Círculos

O IEMA criou por meio das Resoluções Nº 86 e 87, DE 25 DE ABRIL DE 2018, respectivamente os Círculos “Rosa Mochel” de Humanidades e o Círculo “Maria Firmina” de Linguagens do Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão – IEMA.
Integram o Círculo de Humanidades todos os professores de História, Geografia, Filosofia e Sociologia das Unidades Plenas e de Linguagens os professores de Língua Portuguesa, Língua Inglesa, Língua Espanhola, Artes e Educação Física.
A missão dos Círculos é integrar o trabalho dos professores da área de Humanidades em apoio prioritário ao desenvolvimento da educação profissional e tecnológica do IEMA tendo por base epistemológica de inspiração os círculos de cultura de Paulo Freire, buscando promover a cooperação, a integração e a articulação dos professores das áreas de linguagens, códigos e suas tecnologias; ciências humanas e suas tecnologias.

Círculo de Humanidades

rosamochel1ms

O Círculo de Humanidades homenageia a professora maranhense Rosa Mochel Martins.

Quem foi? 

Nasceu na cidade de Miritiba, hoje Humberto de Campos, em 19 de janeiro de 1919. Foi professora normalista, bacharel em Geografia e História, além de engenheira agrônoma, tornando-se a primeira maranhense a ter essa formação. Esteve à frente da Secretaria de Educação e Ação Comunitária do Município de São Luís, quando desenvolve o Projeto Euterpe. Rosa demonstrava uma imensa preocupação e cuidado com a educação de jovens e crianças. Edita as coleções “Colmeia” e “Ausência Presente”. Publicou ainda obras como “Obrigado Doutor”, “A Festa dos Sons” e “São Luís, Pedra sobre pedra”, documento sobre os prefeitos da capital. Com sensibilidade para as artes, cria o Centro de Artes Japiaçu e a Casa de Alice, além de desenvolver trabalhos com artesões e artistas. Na década de 70, teve funções no Ministério da Agricultura e no Departamento de Geografia e Estatística da UFMA. Rosa teve papel de vanguarda na defesa do meio ambiente. Nessa época, criou um horto florestal na zona rural de São Luís, que tinha uma grande variedade de plantas, contribuindo de maneira efetiva para preservação da natureza. Rosa faleceu em 1985.


 

Círculo de Linguagens

mariaf1ms

O Círculo de Linguagens homenageia Maria Firmina dos Reis.

Quem foi? 

Nasceu em São Luís, no Maranhão, no dia 11 de outubro de 1825. Filha bastarda de João Pedro Esteves e Leonor Felipe dos Reis. Foi uma escritora brasileira, considerada a primeira romancista brasileira. Em 1847, aos 22 anos, ela foi aprovada em um concurso público para a Cadeira de Instrução Primária, sendo assim a primeira professora concursada de seu Estado. Maria demonstrou sua afinidade com a escrita ao publicar “Úrsula” em 1859, primeiro romance abolicionista, primeiro escrito por uma mulher negra brasileira. O romance “Úrsula” consagrou Maria Firmina como escritora e também foi o primeiro romance da literatura afro-brasileira, entendida esta como produção de autoria afrodescendente. Em 1887, no auge da campanha abolicionista, a escritora publica o livro “A Escrava”, refor- çando sua postura antiescravista. Ao aposentar-se, em 1880, fundou uma escola mista e gratuita. Maria morre aos 92 anos, na cidade de Guimarães, no dia 11 de novembro de 1917. Em 1975, Maria recebe uma homenagem de José Nascimento Morais Filho que publica a primeira biografia da escritora, Maria Firmina: fragmentos de uma vida.