Curso de corte e costura do IEMA gera renda para ex-aluna, na fabricação de máscaras contra a Covid-19

28 de maio de 2020

IMG-20200525-WA0066Eliene Rego, aluna do curso de corte e costura da unidade vocacional de Imperatriz, do Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA) ganhou uma renda extra após ser credenciada em um edital do Governo do Maranhão. A iniciativa selecionou costureiros e costureiras de todo o estado para a confecção de máscaras, que foram distribuídas para a população mais carente e servidores públicos.

Com a aprovação, Eliene recebeu a demanda para confeccionar 1.000 máscaras, garantindo assim uma renda extra nesse momento de crise pelo novo coronavírus. “Fiquei sabendo do edital através de grupos de whatssApp, busquei mais informações, fiz minha inscrição e fui selecionada. Estou confeccionando as máscaras. No início da quarentena comecei confeccionando o utensílio para venda própria, com a aprovação no edital recebi a encomenda de 500 máscaras e estou muito feliz”, contou Eliene Rego.

Segundo Eliene o amor pela costura veio com sua inscrição no curso ofertado pelo IEMA. “Ganhei esse novo caminho depois de fazer o curso de corte e costura no Instituto. Sempre fui autônoma e procurava sempre um meio de trazer o sustento para minha família. Depois que iniciei o curso de corte e costura no IEMA, ganhei uma nova perspectiva para minha vida e não parei mais”, destacou.

Para a gestora da unidade vocacional de Imperatriz, Regivania Monteiro, acompanhar o crescimento profissional de suas alunas é muito satisfatório. “A seleção só confirma a eficiência do nosso curso de corte e costura, assim como o excelente desempenho que agora está se transformando em renda e ajudando no sustento de sua família. É muito gratificante acompanhar cada conquista de nossas alunas”, afirmou.