Cururupu tem unidade plena do Iema inaugurada

6 de setembro de 2019

INAUGURAÇÃO UP CURURUPU_RICCADO OTAVIO (6)Na manhã da quarta-feira, 4 de setembro, o governador Flávio Dino inaugurou, oficialmente, a unidade plena do Instituto Estatual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema) de Cururupu. A unidade estava funcionando desde maio do ano passado, mas ainda não tinha sido entregue à comunidade.

O governador iniciou sua fala afirmando que ‘o espírito de união faz a força e permite realizar sonhos’. “Sou grato pela oportunidade que Deus e o povo me deram de estar aqui hoje. Estamos escrevendo uma página da história não apenas de Cururupu, do litoral ocidental maranhense, mas do Maranhão e do Brasil, porque quando você melhora a educação, muda para sempre e de verdade uma nação, porque amplia a justiça social, dá oportunidade para a juventude e combate desigualdades.”

Flávio Dino agradeceu ao esforço de sua equipe de governo – cumprimentou alguns dos presentes – Cleiton Noleto, Marcelo Tavares, Gerson Pinheiro, Ana do Gás, Otelino e ao vice-governador Carlos Brandão. Dino pediu uma salva de palmas para o reitor do Iema, o professor Jhonatan Almada, à gestora geral da UP Cururupu, Marileide Costa, e a toda a equipe de trabalho do Instituto.

A expectativa do Governo do Maranhão é de inaugurar outras unidades do Iema ainda este ano. A previsão é de que as próximas a serem entregues são a de Presidente Dutra e a de Coroatá.

Jhonatan Almada, que foi homenageado em uma cerimônia que antecedeu a programação oficial, lembrou que as atividades na UP começaram em um período em que ela não estava concluída. “Passamos dois anos lutando para concluir, agora chegamos a este momento, graças ao governador Flávio Dino, o melhor do Brasil, e que tem realizado investimentos em educação de verdade. Hoje é um dia de agradecer pela educação e pelo trabalho de vocês. Fazer educação pública não é fácil, é cara e por isso nem sempre é mantida. Esperamos que outros jovens como vocês possam ter a oportunidade de fazer um curso técnico profissionalizante, a mesma oportunidade de escolher caminhos e realizar seus projetos de vida.”

João Vitor Tavares, 16 anos de idade, curso técnico de meio ambiente convidou toda a família para a inauguração. Ele acredita que a família faz parte da formação do aluno. “Um dos aspectos que o Iema trabalha é a participação da família em nossa formação, porque dessa forma ajuda em todas as dimensões do estudante. Pra tornar o estudante pleno é importante que a família esteja presente em sua vida escolar.”

O sorriso no rosto da professora Karina Martins revelava que ela também ficou feliz com a ampliação e entrega do prédio. Não demorou para Karina falar que o Iema a encanta porque o modelo é diferenciado. “Sou grata ao Instituto por me dar essa oportunidade profissional, porque é um marco na história e na minha vida profissional e pessoal. Grata por estar aqui e realizada como profissional.”

Mas não foram apenas professores e alunos que transbordaram de felicidade com a inauguração do Iema. Pais e mães também comemoraram. Josenilda Ribeiro Marques – mãe de quatro filhos – tem uma filha que estuda no Iema. “Quando vim aqui matricular ele, isto aqui era só lama, mas agora a gente vê que está maravilhoso. Gostei muito”, afirmou Josenilda, elogiando o evento. “Toda essa festa é linda, mas com a presença do nosso governador é melhor ainda.”

A UP Cururupu tem 317 estudantes. Com a ampliação vai superar a marca de 400 alunos. O seletivo de alunos para todas as unidades plenas do Iema acontece no próximo mês.

História

IMG-20190904-WA0133Gestora geral da unidade plena de Cururupu, a professora Marileide Costa lembra que o início das atividades no Iema foi uma caminhada bem árdua, porque naquele momento inicial (2 de março) a direção da escola tinha a determinação de matricular os estudantes. “Mas não havia espaço para isso. Então buscamos a parceria das escolas municipais e conseguimos fazer as matrículas.”

A gestora recorda que depois da matrícula a gestão escolar tinha um desafio bem maior: iniciar as aulas. “As outras escolas já tinham iniciado as aulas. As obras na nossa escola estavam bem cruas ainda. Começamos a batalha de convencimento das famílias para acreditarem no projeto. Havia muitas especulações, inclusive de que o projeto não daria certo e que a escola não seria construída. Buscamos força em Deus e na reitoria do Iema. Dia 2 de maio de 2018 entramos e ocupamos as salas.”

Marileide explica que foi de fundamental importância apoiar-se no modelo institucional do Iema para alcançar os objetivos. A gestão escolar focou no princípio da corresponsabilidade – premissa cuja tese é de que escola, família e comunidade caminham juntos. “Só foi possível por isso, porque buscamos a parceria da família, do município, dos outros municípios de onde vêm estudantes. Hoje olho para trás e a análise que faço é que quando você tem uma proposta e uma equipe arrojada, então é preciso acreditar”, comemora a gestora ressaltando ainda que ‘no centro desse modelo tínhamos o jovem e seu projeto de vida’.

A unidade em números

O Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema) – UP Cururupu – começou a funcionar em maio de 2018. Hoje são 317 estudantes e, com a ampliação, o prédio tem capacidade para mais quatro turmas (cerca de 160 alunos).

A unidade conta com uma área construída superior a 3000 metros quadrados. São 12 salas de aula climatizadas, laboratórios, auditório, refeitório, biblioteca, banheiros, quadra poliesportiva coberta.

A atual equipe escolar composta por 27 professores, dois gestores e, no total, são 40 funcionários.

Durante todo o período de funcionamento da unidade, apenas três alunos ficaram reprovados. Não houve desistência (evasão é 0,0%), ou seja, tem 100% de permanência. São quatro cursos técnicos: serviços jurídicos, meio ambiente, alimentos, e manutenção e suporte em informática.