Em homenagem ao Dia do Escritor Iema lança publicações de alunos em seu site

24 de julho de 2020

O escritor é um profissional que utiliza palavras escritas, com várias técnicas e uso de vários estilos, para comunicar ou passar ideias. Seu dia é comemorado em 25 de julho. Com o intuito de incentivar e motivar os estudantes para a continuidade da cultura da escrita, o Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema) divulgou em seu site www.iema.ma.gov.br, na aba publicações, oito livros de alunos protagonistas do instituto.

De acordo com o diretor de Ensino e Pesquisa do Iema, Elinaldo Silva, as produções são de grande importância. “Os livros são dos nossos jovens escritores, estudantes de várias unidades plenas. Os alunos concorreram a um edital no ano passado e tiveram as obras selecionadas para publicação. Temos muito orgulho dos nossos protagonistas, reflete o trabalho do Iema na área da linguagem. Parabenizamos nossos escritores”, contou.

A ex-aluna da unidade plena de Timon, Marysol Costa, que teve sua obra “O que já fui e o que sou” classificada para publicação, destacou a importância da conquista. “Acredito que ser selecionada para publicar um livro pelo Iema firma tudo que eu consegui colocar na cápsula do tempo, logo que entrei no instituto, no meu primeiro acolhimento. Nunca imaginei que fosse conseguir essa vitória, mas acreditei no meu potencial e conquistei”, destacou Marysol, explicando sua obra. “O meu livro é uma coletânea de poesias que escrevi em 2010, logo que perdi minha mãe. São poesias bem vanguardistas, algumas puxadas para o hip-hop e que instigam o leitor a reflexão”, acrescentou.

Através de sua obra, Camilla Brito de Sousa, ex-aluna da unidade plena de Timon, foi convidada para representar o Maranhão apresentando “A Garota que me ensinou a amar” na Bienal do Livro do Rio de Janeiro, que aconteceu em agosto de 2019. “Com a minha obra consigo mostrar para o Brasil que tem uma maranhense, do município de Timon, que escreve. Tenho muita gratidão pelos projetos de incentivo que estimulam o habito da leitura fomentado pelo Iema. Realizei a primeira parte do meu projeto de vida, que é a publicação do meu livro. Fico muito realizada em ter minha obra publicada pelo instituto”, reiterou Camilla.

Cada obra foi avaliada pela Comissão Julgadora da Seleção de Livros do Iema, levando em consideração os seguintes critérios: criatividade, originalidade, correção ortográfica e gramatical, além da clareza.