Governo amplia unidade plena do Iema em Timon

8 de julho de 2018

ImagemCom objetivo de proporcionar mais conforto e comodidade à comunidade discente e docente da unidade plena de Timon do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema) que o Governo do Maranhão inaugurou na manhã da sexta-feira (7) um bloco com salas de aula na unidade.

Com investimentos na ordem de R$ 2 milhões, a unidade plena de Timon recebeu 12 salas de aula, e bateria de banheiros divididos em masculino e feminino, e também adaptados para pessoas com deficiência, além de uma área para vivência e ampliação do refeitório. Os novos ambientes seguem o padrão Iema de qualidade e as salas de aula são climatizadas e dotadas de computadores e data show.

De acordo com o reitor do Iema, Jhonatan Almada, a ação significa a valorização da educação pública. “O Governo do Maranhão tem investido muito em Timon, em menos de dois anos de pleno funcionamento da unidade, estamos fazendo a inauguração da ampliação do Iema, o que significa mais oportunidades e mais vagas para os jovens de Timon e região que poderão contar com uma educação profissional tecnológica. É uma educação ligada à geração de emprego, trabalho e renda em uma área potencialmente muito rica que são os cursos que oferecemos nessa unidade”, destacou o reitor acrescentando que a unidade plena de Timon oferta cursos inéditos. “Os cursos de informática e equipamentos biomédicos são voltados para formar profissionais a área de apoio e manutenção da saúde. É uma conquista do povo de Timon”, acrescentou.

Segundo a gestora geral da unidade plena de Timon, Ana Socorro, a ampliação traz grandes benefícios para a unidade. “Com o novo espaço estamos aumentando a nossa capacidade par atender uma nova demanda de alunos para o próximo ano, além de conseguir proporcionar maior acomodação para os nossos estudantes, professores e toda a equipe escolar. Com a ampliação, vamos dinamizar nossas ações pedagógicas”, frisou.

O estudante do curso de informática biomédica Cícero Henrique afirmou que a ampliação favorece um espaço novo aos estudantes. “Teremos um espaço de vivência para que possamos ficar à vontade nos tempos livres, as salas novas são maiores e nos oferecem conforto. Todas equipadas com data show que torna a aula mais didática e mais lúdica”, afirmou Cícero reiterando ainda que a nova estrutura estimula o aluno a aprender. “Estamos de férias e meus amigos já estão falando que não veem a hora de voltar das férias para utilizar o prédio novo. Essa ampliação vai ser muito bem usufruída pelos alunos”, reiterou.

Eliane da Silva, mãe da estudante Camilla Brenda, pontuou que ter uma filha estudando no Iema representa muito. “No meu tempo, quando eu estudava, não existia uma escola como essa. Quando era criança, havia uma promessa de construírem uma escola aqui, eu brincava nos arredores. Eu sempre dizia que eu poderia até não estudar, mas meus filhos teriam a oportunidade que eu não tive. Hoje minha filha mais velha está estudando e, ano que vem, minha segunda filha também estará estudando”, pontuou Eliane relatando ainda que o Iema mudou completamente a maneira de aprendizado da filha. “Em outras escolas ela sempre relatava para mim que não estava conseguindo entender as aulas, hoje ela chega em casa e consegue responder as lições, está compreendendo melhor os conteúdos. A maior felicidade da minha vida – é uma realização pessoal – é ter minha filha estudando no Iema, que é uma escola de primeiro mundo”, relatou.

Camilla Brenda, filha de Eliane, e estudante do curso de logística do Iema, contou que o Iema é como sua segunda casa. “Aqui eu aprendi o que não conseguia entender nas escolas que já estudei. Gosto muito da base técnica. O Iema transformou a minha vida, pois eu não conseguia nem responder as minhas tarefas, e hoje eu consigo responder e ajudo meus irmãos. Faço parte de eletivas, de atividades extras, de clubes de protagonismo. Estudar no Iema é a melhor experiência da minha vida”, contou a estudante.

A unidade plena de Timon oferta os cursos técnicos de informática biomédica, equipamentos biomédicos, serviços jurídicos e logística. Com a ampliação, a unidade passa a ofertar mais de 160 vagas, tendo capacidade de receber 480 alunos da comunidade e adjacências.