Governo do Maranhão inaugura FabLab na área Itaqui-Bacanga; Elisângela Cardoso é homenageada

10 de agosto de 2019

Imagns Riccardo Otavio (4)O Governo do Maranhão inaugurou no início da tarde desta sexta-feira, 9 de agosto, o primeiro laboratório fábrica do estado. O equipamento está instalado na unidade plena do Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão – UP Itaqui-Bacanga, que fica na Vila Embratel. No mesmo evento, o governo homenageou Elisângela Cardoso, professora defensora dos direitos das crianças e dos adolescentes que faleceu aos 42 anos no mês de julho. Além do governador Flávio Dino, participaram do ato da inauguração o vice-prefeito de São Luís, Júlio Pinheiro, o diretor do Corredor Norte da Vale, Antônio Padovezi, o reitor do Iema, Jhonatan Almada, o secretário de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular, Francisco Gonçalves, dentre outras autoridades políticas e líderes comunitários.

Flávio Dino disse que eram dois eventos em um e que tudo ali culminava com a realização de um sonho. “Quando vejo colegas de vocês tendo a oportunidade de fazer intercâmbio em outro país, é de fato a realização de um sonho, de um propósito que é a busca de igualdade e oportunidades”, afirmou o governador, que agradeceu ao Iema na pessoa do reitor Jhonatan Almada, aos funcionários do Instituto, e à Vale pela parceria e colaboração. “Sabemos que o FabLab está em boas mãos, nas melhores mãos: as mãos dos alunos”, concluiu o governador.

Diretor do Corredor Norte da Vale, Antônio Padovezi entregou kits de robótica para os gestores das unidades plenas do Iema de Bacabeira, Pindaré, Santa Inês e São Luís/Cento. Essas unidades vão atuar em rede com o FabLab inaugurado nesta sexta. “Quero reforçar o nosso compromisso de estar ao lado de vocês neste projeto. É realmente uma honra estar aqui. Começamos essa parceria em 2017. Vendo este prédio agora com tanta vida, propósito e tantos projetos sendo desenvolvidos, só tenho a dizer que é um empreendimento de muito sucesso”, declarou Padovezi ao parabenizar o Governo do Maranhão.

Para o reitor Jhonatan Almada, a inauguração do FabLab é um momento de grande alegria para toda a comunidade Iema porque consolida cada vez mais o processo de expansão do Instituto. Almada destacou que o FabLab “é um espaço de inovação que estará conectado a toda a rede Iema”.

Os estudantes Sandell Levy, Lourival Aerthon e Lúcia Maria, todos de 16 anos e do curso técnico em informática para internet da UP Itaqui-Bacanga, veem no FabLab a possibilidade de concluírem o Quimicamente, projeto de um aplicativo que tem por objetivo ajudar na aprendizagem da química. “O FabLab, com essa estrutura toda, vai nos ajudar porque possibilita acesso a tecnologias mais avançadas, visto que ele serve para a criação e desenvolvimento de projetos”, pontuaram.

Ao falar sobre a importância do laboratório, a gestora da unidade plena do Itaqui-Bacanga, Ana Cláudia, explicou que o FabLab é um espaço social para toda a comunidade e de consolidação do conhecimento. A professora desejou que o laboratório “traga benefício para essa comunidade conhecida pela violência, a discriminação e a pobreza. Aqui começa uma nova história com esse laboratório”.

Professor de Informática da UP Itaqui-Bacanga, Alisson Jorge Silva Almeida enfatiza que o FabLab é uma porta aberta para várias áreas, um local onde tudo pode ser desenvolvido e que vai servir a todos, inclusive para a comunidade. “Aqui temos cursos de portos, eletromecânica, eletroeletrônica… é um projeto que vai agregar com a comunidade. Esse é o legado que ele deixa”, afirma o professor.

O FabLab do Itaqui-Bacanga vai funcionar em rede com os laboratórios de Bacabeira, Pindaré, Santa Inês e São Luís/Cento. Alguns projetos já começaram a ser desenvolvidos, dentre eles o do aplicativo Quimicamente, o de um avião e outro de foguetes.

HOMENAGEM

A homenagem que o Governo do Maranhão prestou à professora e pedagoga Elisângela Cardoso, que faleceu no mês de julho, emocionou a todos, de modo especial aos familiares. Elisângela foi grande defensora dos direitos das crianças e dos adolescentes. Com a homenagem do governo, a escola passou a se chamar Unidade Plena Itaqui-Bacanga – Prédio Elisângela Cardoso.

“É uma homenagem justa a essa filha ilustre desta região. Elisângela tem toda uma carreira de luta em defesa dos direitos das crianças e dos adolescentes. Ser homenageada tendo o seu nome neste edifício e quando inauguramos o FabLab mostra quão estruturante é o projeto do Iema para o Maranhão”, assegura o reitor do Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão, Jhonatan Almada.

Dona Domingas Araújo, mãe de Elisângela, considera que foi um ato de gratidão e reconhecimento do governo estadual dar ao prédio o nome da sua filha. “Estamos muito felizes por esse reconhecimento, essa gratidão do governo. Somos gratos por saber que o nome dela vai permanecer e que a filha dela, hoje com 7 anos, vai crescer e encontrar aqui na escola o nome da mãe.”

“Somos gratos por essa homenagem, porque sabemos que a Elisângela está feliz pois o governo continua a mesma luta dela, que acreditava que os jovens têm chance, direito de igualdade e oportunidade”, disse Arnaldo Correa Cardoso, irmão de Elisângela.

A professora Ana Cláudia, gestora da UP Itaqui-Bacanga, destaca que é uma honra para a comunidade o fato de a escola receber o nome da Elisângela Cardoso porque a pedagoga defensora dos direitos das crianças e dos adolescentes era um membro da comunidade. “Ela deixou um legado. Agora recebe essa homenagem. Assim colocamos em prática aquilo que ela sonhou – fazer com que crianças, jovens e adolescentes se sintam parte do processo.”