Iema inicia período de matrículas para as unidades plenas nesta segunda-feira

6 de janeiro de 2019

O Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema) por meio dos investimentos do Governo do Estado realizará, nesta segunda-feira (7), as matrículas dos alunos selecionados na primeira lista de classificação para as unidades plenas de Axixá, Bacabeira, Brejo, Cururupu, Itaqui-Bacanga, Matões, Pindaré-Mirim, São Luís e Timon.

A primeira fase de matrícula encerra no dia 11. Caso ainda haja vagas a serem preenchidas por desistência, não comparecimento na matrícula ou desclassificação de candidatos, o Iema divulgará, no dia 15 de janeiro, a primeira convocação de candidatos excedentes com matrículas a serem realizadas do dia 16 a 18 deste mês. Se ainda tiver vagas, o Instituto convocará demais excedentes no dia 22 se janeiro, com posterior matrícula de 23 a 25. As convocações serão realizadas por meio do site www.iema.ma.gov.br.

De acordo com o diretor de Ensino do Instituto, Elinaldo Silva, os estudantes selecionados deverão comparecer nas unidades plenas nas quais se candidataram para cursar o ensino médio de tempo integral e profissional levando toda a documentação original que é solicitada no edital. É necessário que os documentos sejam equivalentes aos que foram informados na inscrição, pois a falta de comprovação das informações anteriormente prestadas pode resultar em desclassificação do candidato. O diretor ressalta, ainda, que, além dos documentos solicitados, os candidatos que tem deficiência devem levar o laudo médico comprovando sua condição.

“Gostaria de parabenizar todos os estudantes aprovados. O Iema está aguardando ansiosamente para ajudar esses jovens a construírem seus projetos de vida”, disse o diretor Elinaldo Silva acrescentando que o ano letivo começa no dia 11 de fevereiro com o acolhimento dos novos estudantes.

Para o reitor do Instituto, Jhonatan Almada, a expectativa é que “nós consigamos consolidar os avanços já obtidos ao longo desses quatro anos e, ao mesmo tempo, avançar na implementação das novas diretrizes operacionais porque elas sinalizam o que é realmente importante para nossa instituição.”