IEMA lança programa Anísio Teixeira de Incentivo à Pesquisa Científica

11 de fevereiro de 2020

Com objetivo de celebrar os 120 anos do nascimento do grande educador brasileiro Anísio Teixeira e estimular a articulação ensino e pesquisa junto aos professores e estudantes que o Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA) lança nesta terça-feira (11) o programa Anísio Teixeira.

A ação tem como intuito disponibilizar parte da carga horaria docente para a orientação de projetos de pesquisa e trabalhos científicos. “Nossos professores que têm ou terão projetos de pesquisa aprovados por agências de fomento poderão apresentar esse projeto para a Diretoria de Ensino e Pesquisa. Com o programa faremos chamadas com regularidades e, caso o projeto seja aprovado, os professores terão parte de sua carga horária liberada com objetivo de orientar e desenvolver esses projetos. Essa iniciativa permite que eles tenham mais tempo para fazer as pesquisas, orientar os estudantes, e assim consigamos alcançar melhores resultados e produzir conhecimento novo”, explicou o reitor do IEMA, Jhonatan Almada.

Ainda de acordo com o reitor, os professores que ainda não tem ou não submeterem projetos em editais de fomentos também podem se candidatar no programa. “Os docentes que ainda não possuem projetos, mas têm uma linha de estudo que desejam ampliar serão contemplados em chamadas especificas. Os trabalhos serão avaliados por um comitê e, se aprovados, poderão pleitear essa carga horária destinada à pesquisa”, acrescentou.

Em cinco anos de criação, o IEMA já teve mais de 50 projetos aprovados em agências de fomento estaduais e nacionais. “A pesquisa científica no IEMA é uma realidade forte, sobretudo porque temos laboratórios da Base Nacional Comum que permite aliar a teoria da sala de aula com a prática. Essas ações ampliam as possibilidades de os professores criarem projetos e dos estudantes se interessarem em pesquisa, soluções de problemas e inovações. Queremos garantir que a pesquisa se consolide e o IEMA alcance maiores reconhecimentos nessa área”, concluiu.