Iema realiza audiência pública para instalação de mais uma UP em São Luís

6 de outubro de 2017

AUDIÊNCIA PÚBLICA SÃO LUÍS_7319Aconteceu na manhã desta sexta-feira (6), no auditório da Associação Comunitária Itaqui-Bacanga (Acib), no Anjo da Guarda, a audiência pública para apresentar a grade curricular que irá compor a metodologia de ensino da nova unidade plena do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema) no eixo Itaqui-Bacanga. Estiveram presentes na solenidade o reitor do Iema, Jhonatan Almada, o pró-reitor de Pesquisa, Inovação e Extensão, Dario Soares, o pró-reitor de Ensino, Elinaldo Silva, a diretora da Micro Vila Embratel da Acib, Marcelina Soares Lindoso, e Ivan Júnior Santiago, presidente da Acib e o deputado estadual Bira do Pindaré (PSB).

Ao longo da audiência, uma série de levantamentos e estudos foram feitos no intuito de definir os cursos ofertados e os de maior necessidade na área. Segundo o reitor do Iema, Jhonatan Almada, a educação pública infelizmente foi precedida de grandes dificuldades, mas que graças ao excelente trabalho desenvolvido essa realidade aos poucos vem sendo alterada. “Nós viemos de um processo de grande descrença e descrédito com relação à educação pública. Todos nós que trabalhamos no Iema, nos empenhamos fortemente, sob a liderança do governador Flávio Dino, para construir uma escola pública de excelência. Não somente uma escola de qualidade, nosso objetivo é alcançar a excelência no ensino que oferecemos. Por isso, temos caminhado ao longo desses quase três anos construindo uma marca, uma identidade institucional que vem se consolidando dia após dia”, afirmou o reitor.

Para o presidente Ivan Júnior Santiago, a audiência pública oferece à comunidade a oportunidade de escolher o que ela deseja enquanto planejamento para o futuro de sua juventude. “A vinda do Iema para a área do Bacanga é uma mudança de paradigmas. Estamos em uma região de 300 mil habitantes que, historicamente, foi esquecida pelo poder público estadual de outrora. O Iema chega justamente para mudar esse paradigma, mostrando que o governo do estado prioriza a educação, responsabilidade esta, que contribui e oxigena os sonhos de tantos jovens de nossa capital”, afirmou.

A diretora da micro Vila Embratel Marcelina Lindoso comentou que receber uma unidade do Iema na região é um salto rumo ao futuro melhor. “Alguns dias atrás nós fomos até o Palácio dos Leões, onde tivemos o prazer de ver o governador Flávio Dino assinar o documento para a execução de funcionamento da unidade do Iema no eixo Itaqui-Bacanga. Tudo isso muito nos alegra”.

O pró-reitor de Pesquisa, Inovação e Extensão Dario Soares, que coordenou os trabalhos de organização da audiência, disse que o evento foi uma oportunidade de apresentar ao público os cursos pré-selecionados por meio de pesquisas realizadas pela Pró-reitora de Pesquisa, Inovação e Extensão (Propex), além de diálogos com a comunidade, o que culminou na definição de quatro cursos técnicos a serem ofertados na Unidade Plena do Itaqui-Bacanga”.

Segundo o pró-reitor, os trabalhos avaliativos no que diz respeito às demandas e à necessidade dos cursos a serem ofertados foram realizados em três etapas. A Propex fez todo o trabalho de pesquisa referente ao arranjo produtivo local (APLs), a partir de dados colhidos no IBGE, Imesc e outras fontes. Dario Soares explica que a outra fase consistiu em rodadas de diálogos com prefeituras, vereadores, secretários municipais, sindicatos, diretores de escolas, professores e estudantes acerca das áreas que seriam atendidas com base nas potencialidades. “A audiência pública propriamente dita para apresentação dos cursos pré-selecionados – no Itaqui Bacanga dentre estes o de eletromecânica, automação, vulcanização, eletrotécnica, logística, segurança do trabalho, portos, grão, agricultura e informática – é a terceira etapa”, informou Dario Soares.

Já o Deputado Bira do Pindaré destacou o progresso no eixo educacional Itaqui-Bacanga. “Não há como não destacar a importância do Iema nesta área. É uma grande conquista para São Luís do Maranhão, sobretudo para a região, uma vez que se trata de uma área de grande potencial e que com certeza a ajuda do Iema vai fortalecer e gerar oportunidades para os jovens da localidade, no sentido de ter uma perspectiva digna de vida. Quanto à audiência de hoje, esta cumpre seu papel por ser ferramenta que democratiza o processo de implantação e funcionamento das unidades do Iema em todo o estado do Maranhão”, afirmou.

O Pró-reitor de ensino, Elinaldo Silva, destacado por Almada como grande responsável pelos cursos, concluiu afirmando que esta é mais uma grandiosa conquista, uma vez que a partir de agora os alunos têm outra perspectiva de futuro. “A área Itaqui-Bacanga é muito grande e pede uma atenção especial. Trazer o Iema para esta área é uma forma de inclusão destes jovens em uma escola que busca pela excelência. Imagine quantas oportunidades de mudança de vida esses jovens encontrarão por aqui”, questionou em tom de satisfação.