IEMA realiza Audiências Públicas em Santa Helena e Carutapera

13 de novembro de 2021

 

O reitor Alex Oliveira fala ao público da Audiência Pública em Santa Helena

O reitor Alex Oliveira fala ao público da Audiência Pública em Santa Helena

Os municípios Balsas, Colinas, Coelho Neto, Tutóia, Chapadinha, Santa Helena e Carutapera foram contemplados com a construção de Unidades Plenas do Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA) e tiveram a oportunidade de receber as equipes da Reitoria e da Diretoria de Ensino e Pesquisa em Audiências Públicas, quando têm a oportunidade de saber sobre o Modelo Pedagógico do instituto e fazer escolhas dos eixos tecnológicos e cursos técnicos.
Nestas quinta e sexta-feira, 11 e 12, Santa Helena e Caratupera deram lugar às audiências. O público preponderante são estudantes do 9º ano do Ensino Fundamental da rede municipal, embora escolas particulares também sejam convidadas. Os alunos são atraídos por uma proposta pedagógica que engloba a possibilidade de cursar três anos do Ensino Médio Integral e Profissionalizante com a perspectiva de estudar um currículo que oferece as disciplinas da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), da Base Técnica (BT), além da orientação para o desenvolvimento do empreendedorismo.
As novas Unidades Plenas têm previsão de abrirem suas salas de aula no primeiro semestre de 2022 e acolherem entre 160 e 200 alunos para as salas de primeiras séries e a principal preocupação entre os estudantes é a forma de seleção para o ingresso no IEMA. Alguns deles já estão se preparando para uma prova, caso fosse necessário. A diretora de Ensino e Pesquisa, Monica Piccolo, fez questão de dizer que “no IEMA não fazemos prova para o ingresso. Não tem melhor nem pior aluno, mas sim, há alunos, e por isso, nossa seleção se faz pela proximidade que o candidato se encontra em relação à unidade. Nossa prática é pela inclusão e não o contrário”, informou.
O alunado de Santa Helena pôde optar por um curso em cada dois dos eixos tecnológicos escolhidos. Os eixos oferecidos para a escolha foram Informação e Comunicação (Desenvolvimento de Sistemas, Redes de Computadores, Programação em Jogos Digitais e Computação Gráfica); Ambiente e Saúde (Análises Clínicas, Estética, Enfermagem e Farmácia); Recursos Naturais (Agronegócio, Agropecuária e Agroecologia); Infraestrutura (Edificações); Produção Cultural e Design (Design de Interiores) e Gestão e Negócios (Administração, Vendas, Cooperativismo e Comércio).
A turma de Carutapera foi apresentada aos eixos tecnológicos Informação e Comunicação (Informática, Redes de Computadores e Computação Gráfica); Ambiente e Saúde (Análises Clínicas, Enfermagem e Farmácia); Recursos Naturais (Agroecologia – Apicultura), Recursos Pesqueiros e Agricultura) e Gestão e Negócios (Administração, Cooperativismo e Comércio).
Para o reitor do IEMA, Alex Oliveira, “o governador Flávio Dino vem ampliando o Instituto Educacional de Educação, Ciência e Tecnologia, o IEMA. Novas 11 unidades iniciarão suas atividades em 2022. Para isso, o governador determinou que seria necessário realizar audiências públicas, escutar todos os setores da sociedade, especialmente os estudantes do 9º ano, para saber o que eles gostariam de ter como cursos para as suas cidades. Em Carutapera realizamos a 7ª audiência e iremos outras antes do início das aulas, e estamos percebendo o quanto a população está ansiosa, o quanto a juventude deseja estudar no IEMA, fazer seu curso de nível médio e transformar suas vidas. Todos saem ganhando e o Maranhão fica mais forte”, disse.
O evento em Santa Helena contou com a participação de representantes do governo municipal como o prefeito Zezildo Almeida, da secretária de Educação, Geane Lobato, o presidente da Câmara dos Vereadores, Marcelo Marques, secretários e vereadores.

Público lotou a quadra de esportes em Carutapera

Público lotou a quadra de esportes em Carutapera

Em Carutapera, a mesa contou com a participação do Chefe de Gabinete, Diego Oliveira, representando o prefeito Airton Marques; do vice-prefeito, Nilson Guerra; vereadora, Nadja Costa; secretário de Educação, Flávio Sodré; superintendente de Articulação Política do Governo, Ivanilton Amorim. Nas duas audiências, a equipe do IEMA foi representada pelo reitor Alex Oliveira, pela diretora de Ensino, Monica Piccolo e pela coordenação do Modelo Pedagógico, Nácia Noleto.
O Deninson Kauê tem 15 anos e fazia parte de um grupo animado e curioso. “Hoje eu vim até aqui para me informar sobre o IEMA porque quero ter mais oportunidades de trabalho”. A Enia Ailane, 14 anos, busca investimento na sua formação como estudante. “Estou aqui por acredito que o IEMA é importante para o meu futuro”. O Mateus Felipe, 14 anos, quer saber tudo sobre a nova escola do Ensino Médio. “Eu vim saber quais as opções de cursos técnicos o IEMA vai oferecer para nós, como fazemos as inscrições e quando as aulas vão começar”, perguntou.