Iema realiza Formação em Acolhimento

12 de janeiro de 2018

Formação de professores (2)Um dos diferencias exercidos pelo modelo pedagógico do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema) é o acolhimento. Diante disto, para este ano de 2018 a unidade plena de São José de Ribamar sediou a Formação em Acolhimento que aconteceu quinta-feira (11). Na ação, uma dupla de professores das unidades plenas de Axixá, Coroatá, São Luís, Timon e da unidade anfitriã receberam formação de acolhimento para recepcionar os novos estudantes que iniciam o ano letivo de 2018 no Instituto.

A formação foi conduzida por professoras do próprio Instituto, sendo elas Clícia Brandão, da unidade plena de Pindaré-Mirim; Adrianne Reis, de São Luís, e Vanessa Sousa, de Bacabeira. Os professores que participaram da formação irão atuar como disseminadores das atividades que serão desenvolvidas pelos jovens protagonistas no momento em que são celebradas as boas-vindas para os alunos que chegam ao Instituto.

De acordo com o reitor do Iema, Jhonatan Almada, os professores que participaram deste curso serão multiplicadores e irão formar os estudantes que irão acolher os novos integrantes do Iema. “A ação é extremamente importante porque é a primeira impressão do Instituto aos novos alunos. O acolhimento quer dizer que este estudante enquanto indivíduo é importante para nós. O Iema pretende ajudar esses alunos a desenvolverem os seus projetos de vida. Teremos a preocupação de não acolher somente o estudante na primeira semana de aula, mas sim durante todos os dias do ano letivo”, afirmou o reitor.

Para o diretor de Pesquisa, Extensão e Inovação, Dário Soares, a formação representa o marco zero do projeto de vida dos estudantes no âmbito do modelo pedagógico e de gestão do Iema. “O acolhimento marca a trajetória inicial dos nossos estudantes. Não só naquele ano, mas em toda a caminhada desse jovem em sua estada no Instituto. Todos os professores que estiveram presentes na formação terão o papel de preparar nossos jovens para esse momento tão importante que é a chegada de novos alunos, isso relacionado aos quatro pilares da educação que levamos em consideração no nosso modelo pedagógico”, afirmou o diretor.

Segunda a professora Vanessa Nunes, responsável pela formação, o momento foi de muito aprendizado. “Estamos aqui neste momento importante que é a preparação para o acolhimento do aluno no seu projeto de vida. Como formadora estou sendo multiplicadora, visto que participei da primeira formação promovida pelo ICE relacionada ao assunto através da metodologia ‘Escola da Escolha”, contou a formadora.

A professora de filosofia da UP de Timon Rosângela Duarte acredita que o momento vai somar na vida dos alunos do Instituto. “O momento é muito importante para os professores. Replicaremos para os nossos jovens protagonistas o conhecimento que estamos recebendo sobre acolhimento. A gente tem que repassar esse conhecimento para que eles entendam a importância do acolhimento, pois serão eles que irão apresentar aos novos estudantes para que estes percebam que somos uma escola diferenciada. E eles irão perceber justamente quando colocaram os pés na escola pela primeira vez”, afirmou a professora.

Os acolhimentos acontecem nas sete unidades plenas que retornam o calendário acadêmico nos dias 15 e 16 de fevereiro. Os estudantes das unidades que já estão em funcionamento serão responsáveis pelo acolhimento dos alunos das unidades que serão inauguradas este ano (Cururupu, Santa Inês, Presidente Dutra, São Luís (Itaqui-Bacanga), Brejo e Matões.