IEMA realiza primeira reunião de planejamento do Núcleo de Integração Escola-Trabalho de 2020

11 de março de 2020

Núcleo de IntegraçãoO Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA) promoveu durante toda a terça-feira (10), na sala de reuniões da reitoria do Instituto, a primeira reunião de planejamento de 2020 do Núcleo de Integração Escola-Trabalho. A ação contou com a partição de sete professores que coordenam a iniciativa em suas unidades (Axixá, Bacabeira, São Luís Centro, Gonçalves Dias, Bacelar Portela, Itaqui-Bacanga e São José de Ribamar). Na reunião foram planejadas metas e estratégias para o ano vigente.

O Núcleo de Integração Escola-Trabalho tem por objetivo desenvolver um acompanhamento de vivência profissional, estágio, visitas técnicas e rodas de conversas para os alunos do segundo ano, além de programa de estágio para os discentes do terceiro ano. O Núcleo tem o intuito de fomentar a criação, desenvolvimento e fortalecimento da parceria de empresas junto ao IEMA.

Para o coordenador do Núcleo Escola-Trabalho do IEMA, Celso Rodrigues, a reunião é fundamental para ampliar a capacidade de atuação do programa. “O objetivo dessa reunião é fazer um plano de ação para o ano de 2020, uma vez que temos novas metas, pois este ano serão mais de 1.700 alunos aptos para realizar o estágio. São números elevados e para que possamos atingir temos que ter planejamento”, explicou acrescentando que neste ano uma nova equipe de professores se soma ao Núcleo. “Estamos trabalhando com uma equipe nova de professores e estamos apresentando como acontece o estágio, o programa “Pra Saber +” e outras possibilidades de vivência profissional para que eles possam aprender toda a metodologia e aplicar em suas unidades plenas”, completou.

Segundo o professor de eletromecânica da unidade plena de São José de Ribamar, Guilherme Cruz, o encontro é fundamental para analisar as atividades realizadas no ano passado e verificando a continuidade de algumas iniciativas e o surgimento de outras ações. “Gostei bastante desse encontro, pois debatemos as estratégias que são utilizadas pelos coordenadores em cada unidade. Cada encontro é diferente e nos mostra como trilhar. Espero que esse ano possamos aumentar ainda mais as parcerias e conseguir que os alunos participem. Os programas de vivência profissional se somam com tudo que é visto em sala de aula, e percebemos que os alunos valorizam mais o curso quando participam de uma visita técnica ou do programa de vivência profissional”, disse o professor.

Uma das propostas do encontro também foi o reforço do propósito da equipe em proporcionar a melhor vivência profissional aos estudantes do IEMA e alinhar as metas de estágio, trabalho de conclusão de curso (TCC), Pra Saber +, visitas técnicas e rodas de conversas.