Iema recebeu Zeca Baleiro para edição do “#FalaIema”

28 de novembro de 2018

FALA IEMA_ZECA BALEIRO (7)Cantor e compositor maranhense com atuação na literatura e no teatro, Zeca Baleiro foi o anfitrião do “#FalaIema”, evento carimbado no calendário acadêmico do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema), que aconteceu na manhã desta quarta-feira (28), no auditório da unidade plena de São Luís. O evento também faz parte do Conecta Música, atividade do Festival BR135 que acontece até o próximo sábado (1/12) no Centro Histórico de São Luís.

Na oportunidade, Zeca Baleiro dialogou sobre o fazer artístico e cultural, sobre suas composições, obras e canções. Respondeu curiosidades dos adolescentes e contou sobre sua trajetória. Além dos alunos da unidade plena de São Luís (Centro) também participaram do evento estudantes da unidade Itaqui-Bacanga e Unidade de Ensino Básico Bandeira Tribuzi.

De acordo com o reitor do Iema, Jhonatan Almada a participação de Zeca Baleiro dentro do ambiente escolar é marcante. “Estamos em uma instituição de educação profissional, científica e tecnológica, e as pessoas geralmente acreditam que a arte não é uma dimensão importante. Com a vinda do Zeca, sublinhamos a importância da dimensão artística na música, e na cultura para o desenvolvimento do conhecimento e que possamos avançar na formação profissional sem perder a curiosidade, e beleza artística”, destacou o reitor acrescentando que Zeca Baleiro é um artista que tem autoria, não só vocal, mas também intelectual. “Ele tem várias composições de músicas, e essa consistência faz com que os nossos professores utilizem essas letras e músicas em suas aulas, para que os nossos estudantes aprendam língua portuguesa, e se inspirem na curiosidade artística”, acrescentou.

Segundo Zeca Baleiro é muito importante essa troca de conhecimento e experiência com os alunos. “Para mim como artista atuante no Brasil é muito relevante. Tinha muitas coisas a dizer e os estudantes tiveram suas curiosidades esclarecidas. É fundamental essa troca, até porque eles estão em uma idade em que existem muitos questionamentos, não só com relação a vocação, mas de compreensão do mundo. Hoje vivemos tempos conturbados, e qualquer coisa que lance luz sobre essas questões é importante”, contou.

Na ocasião, Zeca Baleiro recebeu das mãos do reitor do Instituto, Jhonatan Almada, o título de professor Honoris Causa da instituição reconhecendo seu trabalho, sua trajetória e contribuição artística para o país. “Descobri que minhas músicas servem de inspiração para aulas é muito significativo, expande o alcance das obras e torna mais permanente. Acho bacana, esse reconhecimento é uma forma de estar presente na vida das pessoas. Eu quando jovem tinha ambições de estudar na escola agrícola que era uma das poucas que tinha formações profissionais. Acho muito importante o trabalho do Iema, para reduzir essa desigualdade no nosso estado. Quanto mais aparelhados os jovens tiverem para ingressar no mercado de trabalho melhor”, frisou.

Para o produtor do Conecta Música, André Lobão, o objetivo da ação é formar um espaço de diálogos culturais dentro do festival. “O projeto parte da preocupação de formar artistas, músicos e produtores para proporcionar uma inserção maior deles no mercado. Esse ano decidimos ampliar essa atuação do conecta levando os artistas que compõe e formam opinião para um outro público. Decidimos formar um espaço de educação cultural com o maior número possível de alunos e acomodasse as necessidades do festival”, explicou.

O gestor geral da unidade plena de São Luís, Moisés Sá reiterou a relevância de propiciar um evento dessa magnitude dentro do ambiente escolar. “Essa oportunidade propicia um compartilhamento de informações e experiências para os nossos jovens. Nossos alunos daqui a pouco estarão no mercado de trabalho realizando seus sonhos, e trazer para escola um expoente do mundo artístico como Zeca Baleiro é motivador. Zeca é maranhense, que passou por dificuldades assemelhadas as nossas no contexto escolar, para nós é muito importante”, reiterou.
O “#FalaIema” é o momento em que o Instituto recebe autoridades que tenham uma trajetória de trabalho e contribuição de grande relevância para a sociedade.