Intercambistas do “Iema no Mundo” embarcam para os EUA nesta segunda, 7 de janeiro

4 de janeiro de 2019

Iema no Mundo (1)Amanda Learte, Arthur Abraão, Emili Drabach, Emily Duane, Fernanda Soares, Herbeth Pitágoras, Luiz Gustavo, Maria Júlia, Rynaldo Gabriel e Vinícius Melo embarcam para os Estudos Unidos da América no início da tarde desta segunda feira, 7 de janeiro. Com destino a Brasília, se não houver atraso, o boeing da Latam decola do Aeroporto Internacional de São Luís – Marechal Cunha Machado às 14h30 levando os estudantes do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema). O grupo vai acompanhado pelo diretor de Ensino do Iema, Elinaldo Silva, e pela equipe Via Mundo.

Engana-se quem estiver pensando que a viagem é a passeio ou para fazer compras! Os dez alunos fazem parte do “Iema no Mundo”, programa de intercâmbio do Governo do Maranhão conduzido pelo Iema. O grupo é composto por intercambistas que devem permanecer por seis meses no exterior para aprender a língua inglesa.

O reitor do Instituto, Jhonatan Almada, acredita que a relevância do “Iema no Mundo” está em possibilitar aos jovens realizar parte do ensino médio no exterior, o que enriquece o currículo e os capacita num segundo idioma. Para o reitor, essa é uma experiência decisiva para a vida dos estudantes, um diferencial que vai abrir muitas portas no âmbito profissional deles. “O grande diferencial do Maranhão ao lidar com a crise econômica que atinge o país é estabelecer prioridades. Sendo a educação prioridade, é possível fazer programas como o Iema no Mundo, inovar e avançar na qualidade e na busca pela excelência da educação.”

Esta é a segunda edição do “Iema no Mundo”. O programa, que foi realizado pela primeira vez em 2017, beneficiou sete alunos do Iema. Os intercambistas ficaram durante seis meses fora do Brasil. Dois na Argentina, três no Canadá, um na Alemanha e o outro nos Estuados Unidos.

Diretor de Ensino do Iema, o professor Elinaldo Silva conta que os alunos que já participaram voltaram fluentes na língua do país onde fizeram o intercâmbio. Além disso, voltaram com um repertório cultural bem amplo. O diretor ressalta que o intercâmbio ajuda bastante por causa da convivência com outras pessoas e a nova cultura. “Nossa expectativa é de que estes estudantes tenham o máximo de aproveitamento, pois foram preparados, por isso acreditamos que será uma experiência positiva na vida deles e que vai impactar positivamente pessoal e profissionalmente cada um.”

Na edição deste ano do “Iema no Mundo” participam do programa 21 estudantes. Eles são das unidades plenas de Bacabeira, Cururupu, Presidente Dutra, Pindaré, Santa Inês, S José de Ribamar, São Luís (Centro e Itaqui-Bacanga) e Timon. Os próximos a embarcarem são os intercambistas do Canadá. Dez estudantes no total. O embarque está previsto para o dia 4 de fevereiro.

Gabriela Pereira, do curso técnico em serviços jurídicos, da unidade plena de São Luís, vai para a Argentina, onde permanece até junho aprendendo espanhol. A estudante embarca para o país vizinho também em fevereiro.

O Iema no Mundo é o primeiro programa de intercâmbio de escola pública do estado do Maranhão. Para a reitoria do Instituto, com esta segunda edição, o programa se consolida ainda mais.