Jovens que cumprem medidas socioeducativas na Funac são certificadas pelo Iema

10 de abril de 2019

DSC07473As jovens que cumprem medidas socioeducativas no Maranhão agora podem contar com qualificação e educação profissional oferecida pelo Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema) através de uma ação intersetorial em conjunto com a Fundação da Criança e do Adolescente (Funac), órgão vinculado à Secretaria de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop). Na tarde desta quarta-feira (10), as jovens em cumprimento de medida socioeducativa no Centro da Juventude Florescer foram certificadas na modalidade oficina profissionalizante de manicure e pedicure em acrigel, com carga horária de 40 horas.

Umas das adolescentes que cumprem medidas socioeducativas no Centro de Juventude Florescer relatou que a formação em acrigel será uma nova oportunidade de fonte de renda quando voltar para o convívio social. “Achei o curso muito legal, aproveitei bastante e tenho certeza que vai fazer uma diferença gigantesca não só na minha vida, mas na vida de todas as meninas que tiveram a oportunidade de participar do curso. Creio que se continuarmos buscando conhecimento nessa área teremos uma nova perspectiva de vida, pois é ótimo para gerar minha própria renda no futuro. Aprendi muitos processos como higienizar as unhas, polir, fazer a preparação da unha e limpeza e aplicação do acrigel”, relatou.

A design em unhas e professora do curso de manicure e pedicure em acrigel Tayane Regina explicou que é uma experiência enriquecedora contribuir com a formação de meninas que querem mudar de vida. “É muito gratificante, uma experiência maravilhosa. Tenho certeza que o aprendizado não foi só delas, mas eu também aprendi muito. É de grande importância compartilhar o que eu gosto de fazer com outras pessoas que estão dedicadas em aprender e mudar de vida. Estou muito feliz e realizada”, explicou.

A presidente da Funac, Elisângela Cardoso, contou que o momento de certificação é principalmente a garantia do direito fundamental dos adolescentes que cumprem medidas socioeducativas nas unidades da Funac. “Essa parceria com o Iema é estratégica, pois ela possibilita a intersetorialidade, e a política da profissionalização que é fundamental para nós. As nossas unidades deixam de ser tensas e focadas no repressivo e passam a desenvolver uma rotina pedagógica onde pulsa a profissionalização. Entendemos que a partir da educação e profissionalização que vamos possibilitar aos adolescentes e jovens atendidos na Funac a reinserção social”, contou.

Para a diretora técnica da Funac, Lúcia Diniz, a certificação é um momento muito importante, pois representa a materialização de todo o aprendizado durante o curso. “As meninas ficam com a autoestima elevada por aprenderem uma profissão e serem certificadas. Esse curso foi muito desejado, elas já tinham cursado manicure e pedicure e hoje realizaram o curso de acrigel. É uma ação fundamental que faz com que o estudante cresça intelectualmente com a formação profissional. A ação é de fundamental importância para que elas possam gerar renda para si e suas famílias”, frisou.

As adolescentes certificadas no curso de manicure e pedicure em acrigel também concluíram os cursos de artesanato em trabalhos manuais (decoração em sandálias), depilação e manicure e pedicure. A próxima formação ofertada será design de sobrancelhas.