Projeto de robótica educacional do CEC Caxias do Iema é apresentado em evento no Ceará

12 de junho de 2018

O Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema) tem sido referência em avanços tecnológicos por todo o país, um exemplo disto foi a participação do coordenador da oficina de robótica do Centro de Educação Cientifica (CEC) do Iema, Wenderson Ferreira, no evento ‘Iniciação ao Ceará Científico’, nos dias 6, 7 e 8 em Uruburetama, Ceará.

O evento aconteceu na Escola de Ensino Médio Monsenhor Antero de Lima, voltado para 242 alunos do ensino médio, onde o professor ministrou palestra sobre robótica educacional e uma oficina sobre maquete robótica – Projeto de Iluminação Pública de Resistor Dependente de Luz (LDR).

“A participação do professor Wenderson, do Centro de Educação Científica de Caxias do Iema representa o reconhecimento do trabalho que o Maranhão tem feito na área de educação científica através do Iema é o reconhecimento que vem por convites, pelos trabalhos aprovados em eventos e este é um exemplo muito fecundo de que o Maranhão consegue ter uma imagem positiva para o Brasil”, ressaltou o reitor do Iema, Jhonatan Almada.

O coordenador da oficina de robótica, Wenderson Ferreira contou sobre a sua experiência e de sua gratidão por colaborar na propagação da educação. “Ministrei uma oficina sobre robótica educacional, que teve como objetivo geral construir uma maquete robótica, com um projeto voltado para melhoria de algum setor da cidade. Foi escolhido o sistema de iluminação pública da cidade e então construímos um dispositivo robótico que poderá ser uma solução para o problema de desperdício com energia pública na cidade. Conseguimos concluir o projeto e programar o dispositivo robótico, deixando para uso da escola. Estou feliz por ajudar com a educação e mais ainda por ter tido a oportunidade de  ter uma bela troca de experiências  e de divulgar a robótica educacional que já desenvolvemos no Maranhão”.

De acordo com a coordenadora pedagógica do CEC Caxias, Luciane Teixeira, foi uma grande satisfação a participação do professor no evento. “Desde que ele falou do convite, apoiei em tudo que foi necessário. O projeto deve ser visto e replicado para que muitos jovens possam ter acesso à robótica educacional. O professor ficou emocionado com a realidade dos alunos e teve um grande feedback deles, é uma realidade muito diferente , todas as intervenções foram feitas de acordo com a realidade deles”, disse.

Como feedback a escola propôs escrever um trabalho científico para submeter na Feira de Ciência do Estado do Ceará sobre a experiência do projeto realizado no CEC do Iema de Caxias. Após a participação do professor houve uma mesa redonda na Universidade Estadual do Ceará (UECE), na cidade de Itapipoca falando sobre tecnologias.