Projeto Escuta Ativa oferece apoio à saúde mental de professores e colaboradores

21 de julho de 2021

Jeyci Elizabeth

escuta 01

 

O contexto da pandemia de Covid-19 exige comportamentos que devem ser encarados com inúmeras mudanças. Profissionais de diferentes áreas tiveram que se adaptar às transformações no dia a dia e com os educadores não foi diferente, pois vivenciam uma rotina que demanda muitas atividades de trabalho, prazos a serem cumpridos, preparação de aulas, além da necessidade de aliar tudo isso com responsabilidades familiares. Pensando em oferecer suporte aos professores e colaboradores, a Unidade Plena de São José de Ribamar realiza o projeto “Escuta Ativa Personalizada” com o objetivo de proporcionar por meio da escuta generosa a chance desses profissionais apresentarem seus sentimentos e opiniões.

A ideia do projeto “Escuta Ativa Personalizada” surgiu devido a necessidade de ouvir professores e colaboradores que no momento de pandemia estão perdendo familiares e amigos, isso afeta diretamente o desenvolvimento dos seus trabalhos. Sendo que a Escuta Ativa é uma ferramenta de comunicação que está dentro do conceito de comunicação generosa. A partir do momento em que uma pessoa se coloca para conversar com outra e presta atenção na sua fala, deve demonstrar um interesse verdadeiro pelo assunto.

Vale ressaltar que a proposta do projeto não é, de forma alguma, fazer o papel de psicólogos, mas com a escuta, enviar mensagem de empatia e do quanto é importante se mostrar disponíveis para esses profissionais, como explica o gestor geral da UP-São José de Ribamar, Rodrigo do Norte, “Não somos psicólogos e, em momento algum, queremos fazer o papel desse profissional, mas acredito que uma palavra amiga para saber como nossos educadores estão os fortalece bastante porque sabemos o quanto é difícil se dedicar ao trabalho diante das perdas de entes queridos”, enfatizou.

Outra observação deste novo cenário é que o professor teve que criar uma escola dentro da sua própria casa, logo, existe a necessidade de identificar os problemas para deixá-lo um pouco mais confortável, então a escuta ativa procura saber, principalmente, como está a saúde mental. Sendo que os maiores desafios dos educadores atualmente é seguir essa adaptação, adquirir conhecimento sobre técnicas de como dar aula e gerenciar interação online com os alunos. Neste sentido, o professor teve que se reinventar muito rápido, isso reflete como um desafio muito grande para os educadores. “Assim como os alunos viram o celular de uma hora para outra passar de um item de lazer para um item fundamental nos estudos, o professor também se viu em situações que exigem mudanças, ele teve que conciliar a sua casa que era considerada com um ambiente de lazer e transformá-la também no ambiente de trabalho”, disse o gestor geral Rodrigo do Norte.

escuta 02

As medidas realizadas após o acesso às informações sobre a realidade vivida por esses profissionais serão utilizadas na identificação das principais dificuldades. Para além da sala de aula, muitos são pais de alunos, tem filhos em outras escolas, o professor teve que se desdobrar ainda mais. Além de ter seu espaço para dar aula, ele tem que ter tempo para cuidar dos filhos, o que se traduz em algo complicado que precisa de atenção. É imprescindível ter um olhar mais atento com relação a este momento que os profissionais da educação estão vivendo, considerar a saúde mental para que possa executar suas atividades em sala de aula. “Se nós como gestores não tivermos essa preocupação nós vamos acabar levando os nossos professores a entrar em colapso, eles não vão aguentar. Então o fato de parar a atividade da escola e falar assim, agora eu quero te escutar, me fala quais são os teus problemas, o que te aflige, isso já traz um resultado muito positivo, muito grande para esses profissionais que estão na linha de frente da educação”, disse o gestor.

Diante deste cenário, o papel da educação é de não só passar conteúdo, mas também de levar conforto aos alunos e educadores, nesse contexto desordenado que é a pandemia é necessário reinventar, criar outras maneiras de passar conhecimento. A partir do acesso ao raio x da unidade será produzido um relatório que norteará a reunião com a reitoria e diretoria de ensino para que as devidas ações sejam articuladas.