Reitor Jhonatan Almada visita alunos durante vivência profissional em empresa

3 de julho de 2019

vivência profissional (2)Iniciado na última segunda-feira (1), o programa de vivência profissional Pra Saber + foi criado pelo Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema) para proporcionar o primeiro contato de estudantes dos cursos técnicos do Iema com o mercado de trabalho. Ao longo de três anos, o programa vem obtendo sucesso com a crescente adesão de empresas que recebem alunos das 13 unidades plenas do Iema.

E foi para presenciar o andamento da vivência dos alunos nas empresas que o reitor do Iema, Jhonatan Almada, realizou, na manhã desta quarta-feira (3), uma visita à Casa Branca Espaço & Gourmet onde os alunos do curso técnico em eventos da unidade plena do Iema de São Luís/Centro estão realizando suas práticas profissionais.

Durante o encontro o reitor conheceu as instalações da empresa e ouviu o depoimento dos empresários que receberam estudantes do Iema pela 2ª vez consecutiva. “É sempre um prazer receber alunos do Iema porque eles chegam aqui com diferencial, com atitude. Os alunos têm iniciativa, eles chegam aqui com interesse de saber, de aprender, de vivenciar o dia a dia de uma casa de eventos, o cotidiano de quem trabalha com isso”, revelou a empresária Débora Fiquene sobre a satisfação de receber alunos do Iema por meio do Pra Saber +.

“O Iema está oferecendo uma oportunidade única com essa vivência profissional. Estamos gostando muito dessa experiência inovadora”, disse o estudante Ítalo que faz o curso em eventos na unidade e acredita que o Iema está contribuindo com a melhor aprendizagem dos alunos. “Quando estamos na escola, nos encantamos com o que aprendemos, mas quando a gente vivencia [nas empresas] a parte prática daquilo que estamos estudando é uma oportunidade incrível e o Iema está proporcionando isso”, declarou.

De acordo com Jhonatan Almada, o Pra saber + é uma das principais inovações do Iema em relação à oferta de educação profissional no estado. “A experiência é muito válida e enriquecedora para a formação profissional dos nossos estudantes. Foi isso que vi hoje, uma relação virtuosa entre a nossa instituição que é formadora e a empresa que recebe nossos estudantes e que, futuramente, poderá contratá-los como profissionais”, contou.